5 de abril de 2005
0 comments
Compartilhe

Maria Lima de Oliveira

Maria Lima de Oliveira uma das figuras mais representativas da sociedade do passado, era a matriarca Maria Lima de Oliveira, com suas origens nas tradicionais familias raízes de Arapiraca, era filha do casal Rosendo Lima Vieira – Cristina de Oliveira, das mais antigas famílias do bairro de Cacimbas, onde nasceu em 17 de janeiro de 1905 e cresceu ao lado das irmãs Aldália e Júlia Lima.
Maria Lima, como era mais conhecida, casou com José Francelino da Silva e dessa união nasceu uma numerosa prole, cujos ramos cresceram e se multiplicaram. São seus filhos:Mário, Vandete, Valfrido, Elza, Isabel,José, Lourdes, Julieta e Severina. Estes frutos de Maria Lima atualmente permanecem integrados nas sociedade de Arapiraca, onde desfrutam de ótimo conceito.
Figura altiva, dotada de muita simpatia, fácil comunicação e capacidade de liderança, Maria Lima foi a primeira mulher a atuar na Câmara de Vereadores, escolhida pelo prefeito Guilherme Araújo, para compor o grupo de conselheiros encarregado de auxiliar a administração, mantendo contatos com a comunidade, numa época em que não havia Vereadores.
Foi assim que Maria Lima conseguiu se destacar na gestão de 1936 – 1937, desempenhando o seu papel ao lado de José Lúcio da Silva, Fausto Correia, Amancio Barbosa, Josué Messias e outros líderes daquela fase, desenvolvendo um trabalho voluntário digno de nota, prestando relevantes serviços tanto no centro urbano como nos distritos onde havia mais carências, principalmente na área de educação, onde a administração mantinha as chamadas escolas isoladas.
Além de sua importante participação na política municipal foi responsável durante mais de cinqüenta anos pela manutenção da Igreja de São Sebastião e as cerimônia religiosas que promovia anualmente em homenagem ao marter, quando a comunidade participava das três noites de novenas com muitos fogos banda de pífanos, leilão e quermesses.A presença de Maria Lima em Arapiraca marcou época e ainda hoje é lembrada pelo povo.

Comentários

Nenhum comentário! Você pode ser o a comentar este post!

Write comment

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *