Comissão fará visitas para identificar problemas em escolas públicas
16 de agosto de 2017
Assessoria RNZ (46 articles)
Share

Comissão fará visitas para identificar problemas em escolas públicas

A Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Francisco Tenório (PMN), decidiu, nesta quarta-feira, 16, por unanimidade, que irá iniciar uma série de visitas em escolas públicas do Estado de Alagoas. A decisão foi tomada após uma séria de denúncias feitas por estudantes que visitaram a Assembleia Legislativa, o que motivou o deputado Bruno Toledo (PROS) a apresentar requerimento solicitando as visitas.

Toledo repercutiu as denúncias dos estudantes da Escola Estadual José da Silveira Camerino, localizada em Maceió, que estiveram participando do projeto “Fale, Educação” e relataram a falta de infraestrutura naquela unidade escolar. “Uma de nossas funções constitucionais é a fiscalização. É preciso esclarecer que a Alagoas da realidade está muito longe das peças publicitárias que o Poder Executivo divulga na imprensa”, afirmou.

O deputado ouviu dos estudantes que o corpo docente da escola é bastante competente, porém falta ventilador, o forro de PVC está quase caindo, a quadra de esportes é improvisada e a iluminação é precária. “É uma total falta de planejamento. Essa é a Alagoas da realidade”, afirmou. Em aparte, o deputado Gilvan Barros Filho (PSDB) parabenizou os professores da escola José da Silveira Camerino e lamentou a falta de infraestrutura daquela unidade de ensino. “Falta até funcionários para os serviços gerais e material didático”, disse.

Já o deputado Ricardo Nezinho (PMDB) disse que toda crítica é salutar, mas que o atual Governo herdou um problema histórico. “No último Governo existia, além de tudo, greves de professores por melhores salários”, afirmou, destacando que o Governo Renan Filho já implantou programas como o Escola da Hora e a Escola em Tempo Integral. A deputada Jó Pereira (PMDB) parabenizou a Assembleia Legislativa e o Ministério Público pela projeto “Fale, Educação!” e disse que o Executivo tem se preocupado em avançar na questão educacional, já que herdou um débito histórico. “Nos sentimos na responsabilidade de acompanhar o que está acontecendo nestas escolas para avançarmos juntos com os alunos”, destacou.

Assessoria RNZ

Assessoria RNZ