18 de julho de 2015
Imprensa RNZ (1038 articles)
Share

Deputados estaduais comandam órgãos do Governo do Estado em Arapiraca

O comando de órgãos do Estado na cidade mais importante do interior começam a ser loteados pelo governador Renan Filho (PMDB) com os deputados estaduais que tem base eleitoral no município.

A Unidade de Emergência do Agreste, por exemplo, já teve o comando do deputado Ricardo Nezinho (PMDB), que no governo passado perdeu para o deputado Severino Pessoa (PPS) e agora voltou ao comando de Nezinho, que iniciou a gestão determinado mudança na direção do órgão.

Na semana que passou, o Diário Oficial do Estado publicou a nomeação da médica anestesista Regiluce dos Santos para o cargo de diretora geral do maior hospital de urgência e emergência do interior do Estado.

Por outro lado, o deputado Tarcizo Freire (PSD) foi contemplado com a direção da 5ª Ciretran Arapiraca órgão do Detran –AL, além do comando de um outro órgão ligado a Secretaria de Estado da Agricultura.

Eleições 2016

Essas mudanças têm reflexos nas eleições municipais de 2016 em Arapiraca. O deputado Ricardo Nezinho é o nome com maior densidade eleitoral no PMDB para disputar a sucessão de Célia Rocha (PTB).

O PMDB permanece calado nesse objetivo de lançar candidato próprio em Arapiraca. A maioria dos pré- candidatos aguarda os desdobramentos da reforma política para uma tomada de posição. Essa posição de silêncio e aguardo da conclusão da reforma política também está sendo argumentada pelo suplente de deputado federal Rogério Teófilo (PSDB).

O deputado estadual Tarcizo Freire aguarda a abertura da “janela” para mudar de partido e disputar a Prefeitura de Arapiraca. Filiado ao PSD, as possibilidades são remotas em razão da agremiação partidária no Estado ter forte influência do senador Renan Calheiros (PMDB).

A prefeita Célia Rocha não descarta a possibilidade de ir para a reeleição. Sem falar em eleição concentra-se na articulação para conseguir recursos pata o município e anuncia que fará inspeção em 80 obras que estão sendo executadas em Arapiraca.

Imprensa RNZ

Imprensa RNZ