Deputados aguardam posição de Rogério Teófilo para instalação do IC em Arapiraca
27 de junho de 2017
Assessoria RNZ (45 articles)
Share

Deputados aguardam posição de Rogério Teófilo para instalação do IC em Arapiraca

Encontro ocorreu no Centro Administrativo de Arapiraca e contou com a presença de parlamentares

 

Nove deputados estaduais com bases políticas em Arapiraca e, também, nos municípios do Agreste e Sertão participaram, nesta segunda-feira (26), de reunião com o prefeito Rogério Teófilo (PSDB), para tratar da parceria com o governo estadual para a instalação do Instituto de Criminalística (IC) na segunda maior cidade de Alagoas.

O encontro ocorreu no Centro Administrativo de Arapiraca e contou com a presença dos deputados Ricardo Nezinho (PMDB), Tarcizo Freire (PP), Edval Gaia (PSDB), Gilvan Barros Filho (PSDB), Inácio Loiola (PSB), Jairzinho Lira (PMDB), Jó Pereira (PMDB) e Severino Pessoa (PSC).

Durante a reunião, o coordenador do encontro, o deputado estadual Ricardo Nezinho, defendeu uma urgente discussão sobre o assunto, ressaltando que as famílias não podem continuar enfrentando situações constrangedoras em vias públicas.

“Os corpos das pessoas vítimas de acidentes e homicídios ficam horas à espera da chegada de peritos do instituto, uma vez que eles se deslocam de Maceió para fazer o trabalho de perícia em nossa região”, disse Ricardo Nezinho, frisando que a parceria entre a Prefeitura de Arapiraca e o Governo do Estado vai beneficiar moradores de 52 municípios em toda a região.

O planejamento prevê que a equipe do Instituto de Criminalística será composta por 30 funcionários das áreas técnica e administrativa, sendo 18 servidores cedidos pelo município para os setores de serviços gerais e pessoal de apoio, ficando a cargo do governo estadual a manutenção de toda a infraestrutura, como o pagamento do aluguel do prédio, viaturas e combustíveis para o funcionamento da Perícia Oficial em Arapiraca.

O governo já nomeou os peritos e alugou um prédio, localizado na Avenida Miguel Correia de Amorim, no bairro Baixão, nas proximidades da Central de Polícia de Arapiraca.

Na reunião, o prefeito Rogério Teófilo disse aos deputados que o município passa por dificuldades financeiras para investir em novas parcerias.

O gestor revelou que a prefeitura trabalha, atualmente, no limite da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que prevê gastos até 50% da receita financeira para o pagamento da folha salarial.

Teófilo adiantou que os gastos com os servidores já chegam a 57% da receita, o que, segundo ele, está engessando a máquina pública para atender todas as demandas de Arapiraca.

“Vamos solicitar à procuradoria do município que agende um encontro com o pessoal da Perícia Oficial de Alagoas, para tratar das questões legais e administrativas com a finalidade de encontrar um meio de formalizar a parceria”, disse Teófilo.

Fonte: tribunahoje.com

Assessoria RNZ

Assessoria RNZ