3 de setembro de 2015 Compartilhe

Audiência pública irá debater políticas antidrogas implementadas pelo Estado

No próximo dia 14, às 9 horas, a Assembleia Legislativa irá realizar uma audiência pública para discutir as políticas públicas sobre antidrogas em Alagoas. A iniciativa é do deputado Ricardo Nezinho (PMDB), cujo requerimento foi aprovado por unanimidade durante a sessão ordinária desta quinta-feira, 3. “Essa audiência pública será muito importante, tendo em vista que a droga é um mal que assola a sociedade e precisamos, enquanto deputados, debater e fazer valer a atuação do Legislativo, bem como entender o que o Governo do Estado tem feito em relação a esse tema”, avalia Nezinho.

O parlamentar destaca a importância da participação dos diversos segmentos da sociedade e, principalemte, de representantes do Governo, a exemplo dos secretários de Planejamento, Christian Teixeira, e de Prevenção à Violência, Jardel Oderico.

O deputado Tarcizo Freire (PSD) e a deputada Jó Pereira (DEM) também contribuíram com a discussão e ressaltaram a relevância do tema. Freire informou que tramita nas Comissões Temáticas da Casa um projeto de lei, de sua autoria, que obriga as escolas da rede pública e privada a realizarem exame de urina em crianças a partir de 10 anos, para detectar o uso de entorpecentes. “Nossos jovens estão sendo dragados pelo mundo das drogas, que chegam até eles por um esquema maldito movido pelo crime organizado. As políticas públicas do Governo estão sendo insuficientes para coibir esse avanço”, justificou Tarcizo..

Representando a Assembleia no Conselho Consultivo do Fecoep (Fundo de Erradicação da Pobreza), a deputada Jó Pereira informou que este ano o Fundo aprovou o envio de R$ 5,23 milhões para o Programa Acolhe Alagoas. “Essa audiência pública é muito importante para que possamos discutir a relevância do Programa e para que as entidades que participam dele possam expor para a sociedade todas as dificuldades e mostrar quais os resultados alcançados por essa iniciativa”, informou a parlamentar.