15 de outubro de 2015 Compartilhe

Assembleia realiza sessão especial em homenagem ao Dia do Cerimonialista

A Assembleia Legislativa realizou nesta quinta-feira, 15, sessão solene em homenagem ao Dia do Cerimonialista, comemorado em 29 de outubro. A proposição, aprovada por unanimidade no plenário da Casa, foi do deputado Inácio Loiola (PSB) e visa prestar reconhecimento aos cerimonialistas do Brasil e, em particular, aos de Alagoas. A sessão, que ocorreu no plenário do Parlamento estadual, teve início com a composição da mesa e com a execução do Hino Nacional, tocado pelo saxofonista cabo Lucas Rojas, da Banda de Música da PM/AL.

A solenidade foi presidida pelo deputado propositor da sessão e contou com as presenças da chefe do cerimonial da Assembleia Legislativa, Tereza de Fátima Rocha de Mello Toledo; da responsável pelo cerimonial da Capitania dos Portos em Alagoas, tenente Eliane Freire; do responsável pelo cerimonial do 59º Batalhão de Infantaria Motorizado, Major Pablo Nazareno; da chefe do cerimonial do Governo de Alagoas, Daniela Miranda; da chefe do cerimonial do Tribunal de Justiça de Alagoas, Mamá Omena; da chefe do cerimonial do Tribunal de Contas do Estado, Salete Tavares; da representante do Comitê Nacional de Cerimonial e Protocolo, Kátia Albuquerque, além dos deputados Léo Loureiro (PPL) e Ricardo Nezinho (PMDB), do procurador de Justiça Eduardo Tavares e do reitor da Universidade Federal de Alagoas, Eurico Lobo, entre dezenas de outros convidados.

O deputado Inácio Loiola ressaltou a importante função desempenhada pelos profissionais da área e lembrou que em 29 de outubro o País estará comemorando o Dia do Cerimonialista. “O nosso objetivo é render homenagens a esses profissionais que têm contribuído com os grandes eventos, seja na iniciativa pública ou privada. O cerimonial é de grande importância em todos os segmentos da nossa sociedade”, afirmou o deputado.

Inácio disse ainda que encaminhou proposição à Assembleia Legislativa, instituindo a comemoração em âmbito estadual do Dia do Cerimonialista em Alagoas. “Tenho certeza de que a Casa de Tavares Bastos não se furtará ao pleito, que representa o anseio do profissional cerimonialista, inclusive, de muitos que trabalham conosco, organizando e dando celeridade e segurança aos trâmites das inúmeras solenidades que ocorrem neste plenário do Poder Legislativo”, afirmou.

A representante do Comitê Nacional de Cerimonial e Protocolo, Kátia Albuquerque, destacou a importância desta homenagem aos profissionais da área: “Para nós, cerimonialistas, este dia é muito especial, por ser a primeira vez que a Assembleia Legislativa promove um evento desta natureza. É um fato marcante em nossas vidas pessoais e profissionais. O cerimonial é uma atividade que exige dedicação intensa. Chegar aqui e receber esta homenagem por parte do Poder Legislativo consolida essa atividade que exercemos a tantos anos e traz, publicamente, a notoriedade de nossos serviços”, disse.

A chefe do cerimonial da Assembleia Legislativa de Alagoas, Tereza Mello, falou da relevância da sessão para todos os cerimonialistas do Estado de Alagoas. “Somos profissionais que desempenhamos nosso ofício na edificação e solidificação de nossas instituições, conduzindo as formalidades protocolares. O deputado Inácio foi muito feliz com esta proposição. Ele não sabe a dimensão desta homenagem para os cerimonialistas do Estado. Quero agradecer a toda equipe de cerimonial da Casa e todos os servidores envolvidos direta ou indiretamente com as sessões no Parlamento”.

Ao final da sessão, foram homenageadas com um certificado de honra ao mérito pelos relevantes serviços prestados na área de cerimonial as seguintes pessoas: Eliane Freire (Capitania dos Portos), Daniela Miranda (Governo do Estado), Tereza Mello (Assembleia Legislativa), Guiomar Omena (Tribunal de Justiça de Alagoas), Maria de Fátima Brêda (Ministério Público de Alagoas), Zenita Almeida (Tribunal de Contas de Alagoas), Edinaura Wanderley (Câmara Municipal de Maceió), Liliana Sarmento (Câmara Municipal de Maceió), Maria do Carmo Azevedo (Universidade Federal de Alagoas), Zélia Cavalcante (Associação dos Municípios de Alagoas), Rita de Cássia Régis (Centro Universitário Tiradentes) e Kátia Albuquerque (Comitê Nacional de Cerimonial e Protocolo).

Fonte: http://pm3.al.al.leg.br/