23 de Maio de 2022
Imprensa RNZ (1325 articles)
Share

Aos 100 anos, joalheiro aposentado é homenageado pelo projeto Raízes de Arapiraca

calor dos abraços aqueceu os corações na tarde deste domingo, em Arapiraca. Cinema lotado para ver a história de Arapiraca passar na 11ª edição do projeto Raízes de Arapiraca, idealizado pelo deputado estadual Ricardo Nezinho. Mais 15 pessoas foram homenageadas contando a própria história de vida e deixando lições de como colaboraram para o engrandecimento e desenvolvimento de Arapiraca.

História como a de “seu” Ivane Martins, de 100 anos. “O Poeirinha de Ouro” foi destacado joalheiro na segunda maior cidade de Alagoas. Pai de 10 filhos, construiu uma vida rica de carinho pela Terra de Manoel André.

“Estou muito feliz de contar minha história em Arapiraca. Chegar aos 100 anos e ver isso tudo não tem preço. Agradeço ao deputado Ricardo Nezinho por esta homenagem”, disse
Martins.

Por falar em Manoel André, fundador de Arapiraca, ele esteve bem representado através de José Joel de Sena. “O idílico Romântico” de 76 anos também contou a história de
vida. “Achei muito bonito. A ideia do deputado Ricardo Nezinho foi maravilhosa e fica na memória do povo. Fico satisfeito por ter participado desta edição”, explicou.

A esposa dele não segurou as lágrimas. “Eu chorei. Parabéns para toda a equipe, minha eterna gratidão ao deputado Ricardo Nezinho”, disse dona Marizete Correia.

Para a vice-prefeita de Arapiraca, Rute Nezinho, irmã do deputado Ricardo Nezinho, o Raízes de Arapiraca celebra os feitos, as conquistas de mulheres e homens que fizeram e fazem a diferença em Arapiraca. “É a história de Arapiraca diante dos nossos olhos. Esta ação do Ricardo é muito nobre. É um trabalho que vem fazendo a diferença muito grande na vida das pessoas. E ele assume estas posições que marcam muito a historia de vida pública dele. Tantas coisas que fez e faz pelo bem do desenvolvimento de Arapiraca, de Alagoas. Requereu a implantação de núcleos de assistência da saúde para idosos em hospitais públicos. E ainda está na luta pela construção do Hospital do Idoso, para que as
pessoas com mais de sessenta anos possam ter atendimento direcionado.

Mais de 200 documentários

Ricardo tem esta postura de defender, de lutar, de valorizar as pessoas. O Raízes de Arapiraca é tudo isso”, afirmou Rute. Para Suely Mara, “Ricardo foi abençoado
quando teve essa ideia. Cada documentário é um aprendizado. A gente cresce como pessoa, aprende mais sobre a história da cidade. É um projeto histórico e educativo, porque vai servir para escolas, pesquisas, universidades. Um trabalho de muita qualidade e feito com carinho”, declarou Suely, que é esposa de Ricardo e também faz
parte da equipe de produção do projeto.

“É com muita felicidade que ultrapassamos os 200 documentários com histórias de pessoas que contribuíram e contribuem com Arapiraca. Histórias magníficas de superação com
ensinamentos que a gente deve se espelhar. São pessoas que fazem com que possam neste colchão de retalhos históricos mostrar como uma cidade tão nova se tornou a segunda maior cidade de Alagoas. Tem empreendedorismo, trabalhadoras e trabalhadores, acolhedores, que receberam pessoas que vieram de outras regiões e cidades e que
ajudaram a fincar as raízes e cultivar o desenvolvimento. O Raízes de Arapiraca eterniza as memórias para que familiares e amigos em outras pessoas regiões e países possam assistir e comemorar as conquistas.

EDUCAÇÃO – A vida profissional dedicada à educação. Eraldo Bispo, de 77 anos. Nascido em Feira Grande, chegou em Arapiraca no começo dos anos 70 para ajudar a alavancar o setor educacional. Escreveu com giz para ensinar, o suficiente para marcar época e alunos com a dedicação ao estudo. “Desejar o Universo de felicidade, de paz, de sucesso para o deputado Ricardo Nezinho.

Pensei que só teria minha história no giz, mas tô na tela do cinema”, comemorou Eraldo Bispo, “o Mestre da Filosofia”.

Acompanhe a lista de homenageados na 11ª Edição
do Raízes de Arapiraca:

Odete Lúcio de Souza – O Lírio do Serrote;

Nazaré Cazuza de Melo – A Sabedoria na Sutileza

Genilda Corado de Lima – A Enrubrecida Existência

Antônio Francisco de Lima Filho – Antônio Orelha
Seca – O Destacado Fumicultor

Antônio Feliciano Sobrinho – O Figurinha do
Reisado

Elde Ferreira de Oliveira – A Educadora e o Liceu
Alagoano

Linduarte Marques Teixeira – O Comodoro e o Sítio
Quati

Sebastião Nunes da Silva – O Mercador

Anizio Ferreira dos Santos – O Menino
e a Carvoaria

Gilberto Vital da Silva – O Guardião da Lagoa da
Jurema

José Joel de Sena – O Idílico Romântico

Dijaci Barboza Cavalcante – Dija Pé de Balcão –
O Notável da Jovem Guarda

Ivane Martins de Lima – O Poeirinha de Ouro

Fernando Barbosa da Silva – O Master do Caldinho
da Canafístula

Eraldo Bispo de Oliveira – O Mestre da Filosofia

Os documentários lançados pelo projeto Raízes
de Arapiraca podem ser acompanhados pelo site

raizesdearapiraca.com.br


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /var/www/html/ricardonezinho.com.br/web/wp-content/themes/solidus-theme/includes/single/post-tags-categories.php on line 7
Imprensa RNZ

Imprensa RNZ